Você pode comparecer?
confirme sua presença

Favela Sounds

 18 a 22 de agosto de 2021

icons_map_005.png
icons_map_005.png
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • logo_tiktok
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Spotify
fundinho.png
Graphic separation element

Entre os sons ao redor do Brasil, inúmeras possibilidades de ritmos que conectam o território brasileiro de ponta a ponta, são 10 estados apresentam suas texturas sonoras para você, aqui e agora!

icons_map_006.png
 
imagem-palco.png
 
icons_map_007.png
icons_map_009.png
icons_map_008.png
icons_map_007.png

​É a vez do amor 

sobre_00_edited.jpg
aspas.png

No final de fevereiro de 2020, Favela Sounds foi convidado a integrar a programação de um tradicional evento de carnaval de Brasília com boas expectativas de público. Fomos surpreendidos na manhã do evento com a notícia de que um jovem planejava um ataque de ódio ao evento. Tão chocante quanto ler a notícia era saber que o evento escolhido era justamente o que juntava jovens periféricos, em sua grande maioria negres e LGBTQIA+.

Era pós-carnaval e a quantidade de eventos programados na cidade era enorme. Por que, então, o Favela Sounds e seu público eram alvos deste jovem? Inclusive, “jovem” foi o substantivo usado por toda a imprensa ao se reportar a um rapaz de 19 anos morador de um bairro nobre do DF. Não era terrorista, não era bandido: era jovem. Impedido pela polícia civil de cometer um atentado graças ao reporte de comportamento suspeito em uma rede de fóruns na internet, era possível ler as palavras de ódio contidas na escolha do alvo do garoto. Por trás dessas palavras, discursos mais comumente ouvidos nos últimos tempos, repletos de sexismo, racismo e LGBTfobia.

O festival é conhecido como o maior evento voltado à cultura periférica no país.”

Naquele momento paramos para nos perguntar para que caminho o Brasil estava indo e em que ponto perdemos nossas noções de amor e cuidado com o próximo? Ao mesmo tempo em que o ódio e seus discursos de violência bateram forte na essência do festival, uma onda de amor se consolidou em torno de nós. Na companhia de amigos, colegas do setor, lideranças e pessoas fundamentais, foi fácil perceber que só o acolhimento e o amor poderiam resgatar o ideal de coletividade de volta ao país e combater o ódio crescente. Uma ameaça como esta é apenas um exemplo entre inúmeros fatos e notícias diárias em que o ódio é assunto central ou motivação no Brasil de hoje. 

 

Ouvindo os nossos, em recolhimento e entendendo a semelhança do caso em outros casos Brasil afora, podemos dizer que com outra bomba nos curamos, uma bomba de amor. E daí pensamos: não seria o amor coletivo nossa maior arma de combate aos discursos da exclusão e da perversidade? 

Hip Hop Dancer on Stage_edited.jpg

“ Se todo mundo pode eu posso também
Se todo mundo vive, quero viver também
A vez do amor
Chegou enfim
Vinícius Oliveira

aspas.png

Começou a se desenhar ali o tema central do Favela Sounds (que por condições sanitárias acontece em formato virtual). A Vez do Amor! Uma resposta de acolhimento. Uma tentativa de resgate da criatividade e do amor inesgotáveis que fazem do Brasil, Brasil. Em 2021, Favela Sounds trata do amor em todas as suas dimensões. De amor aos nossos, às nossas existências, à comunidade, histórias e profissões, amor a todos que seguem sem privilégios e à margem, e um imenso desejo de uma sociedade mais justa e equânime.

 

Sejam bem-vindes ao Favela Sounds, o maior festival de música periférica do Brasil, que nesta edição online apresenta sua programação em palcos distribuídos pelo mapa do Brasil (aqui na home). Até o dia 22, você confere as estreias de oficinas, talks, shows, sessões de mentoria e outras atividades nesta maratona da cultura de favela.