Texto de JULIA SABBAGA , publicado originalmente no site Omelete

O Spotify divulgou hoje, dia 16, a campanha Escuta as Minas, uma plataforma com um clipe e diversos vídeos com depoimentos de 11 artistas brasileiras. O clipe, que pode ser visto acima, mostra cada artista como uma mulher de um determinado período de tempo para representar que “a luta para ser ouvido não é algo do (nosso) tempo”.

A iniciativa tem como objetivo aumentar a representatividade de mulheres na música. Em um estudo divulgado pela plataforma e conduzido pela Iniciativa de Inclusão Annenberg revelou que, em 2017, apenas 16,8% dos artistas nas indústria da música são por mulheres. Dos 651 produtores do estudo, apenas 2% eram do sexo feminino. E das 899 pessoas que foram nomeadas para um Grammy Award entre 2013 e 2018, apenas 9,3% eram mulheres.

O projeto reúne nomes como Karol Conká, Elza Soares, Maiara & Maraisa, MULAMBA, e Mart’nália. Adicionado à tudo isso, outras três artistas brasileiras retratam ídolos da música nacional do passado: As Bahias e a Cozinha Mineira, Tiê, e Lan Lanh como Chiquinha Gonzaga, Maysa e Cassia Eller respectivamente.