Um dos berços do hip hop carioca, o bairro do Catete tem uma linguagem própria. Oriundo da cultura das ruas do bairro, o Gualin do TTK inverte as sílabas das palavras gerando um código próprio. Foi criado nos anos 60, como um dos mecanismos de driblar as repressões da ditadura militar. Reverenciando o bairro e a cultura onde se criou, o rapper Filipe Ret gravou “Gonê”, faixa inteiramente composta na língua e que acaba de ganhar um clipe, disponível no canal da Tudubom Records. O registro é dirigido por Gabriel Camacho.