Por Fernando Berenguel – Observatório de Música

O DJ Rennan da Penha deixou a prisão no último sábado (23). Na última quinta-feira (21), o STJ (Superior Tribunal de Justiça) já havia concedido habeas corpus para o músico. A decisão chegou a ser tomada depois do julgamento do STF (Supremo Tribunal Federal) derrubar a prisão do músico em segunda instância.

O criador do Baile da Gaiola, na Penha, zona norte do Rio de Janeiro, seguia preso desde abril deste ano. Rennan da Penha tinha sido condenado a 6 anos e 8 meses em regime fechado por alegação de associação ao tráfico de drogas, juntamente com outras dez pessoas.

Considerado um dos maiores nomes da história do funk nacional e precursor do funk 150 BPM, Renan da Penha já gravou músicas com cantores como MC Livinho, Ludmilla e Nego do Borel. O DJ possui mais de 600 mil inscritos em seu canal no YouTube e acumula outros 260 mil seguidores no Facebook.