Papo reto aqui, família! Hoje é dia do orgulho LGBTQIA+ e eu quero celebrar todos vocês, artistas e público, da comunidade.

Tô aqui também pra lembrar que o orgulho LGBT não é papo só pro mês de junho e que neste dia a gente tem que enaltecer todes que tão no corre e na luta contra o preconceito, mostrando suas potências como podem, e gritando pelos outres que são invisibilizades e silenciades.

Esse festival que vos fala já nasceu como casa da diversidade e espaço de inclusão. Onde tem Favela Sounds tem LGBTs que se sentem livres e seguros para se expressar, pois a programação que se vê no palco é imagem e semelhança dos rostos e identidades lindes e cheies de vida que se vê na plateia. Neste vídeo estão alguns dos artistas LGBTs que passaram pelo festival. Já contamos mais de 15 e a ideia é que sejam muitos, muitos mais!
Então hoje colo aqui pra celebrar as #Vidas e as #Cores por detrás desse arco-íris lyndo. A partir de hoje inicio um tour pela diversidade. Ao longo da semana, apresento novos artistas LGBTQIA+ periféricos pra aumentar seu repertório de novos sons com a campanha #CoresVivas. Fica ligado em cada nome e bora consumir arte e cultura LGBTQIA+!

#favelasounds #coresvivas #pride2020 #orgulho2020